Como prefere entrar em contato?
Bem Vindo(a)

O nobel que negou a existência do vírus da Aids e da mudança climática morreu

Kary Mullis, Prêmio Nobel de Química, em 1993 morreu na última quarta-feira, 7 de agosto, de pneumonia, conforme relatado por sua viúva, Nancy Cosgrove, ao The Washington Submit. 10157 Mullis, Além de seu conhecimento científico e médico, ele é lembrado porque publicamente, em diferentes ocasiões, negou a existência do vírus da Aids e da mudança climática. O cientista argumentou que a AIDS não é causada por um vírus, mas pela exposição a muitos outros patógenos

. Foi permitida grande contribuição para observar o genoma humano, que mudou a ciência para sempre, através da reação em cadeia da polimerase, uma espécie de fotocópia molecular que permite que um pequeno segmento de DNA seja copiado milhões de vezes. relembra o jornal El País, da EspanhaMullis, diz que a agência de notícias Sinc, foi provavelmente a pessoa mais atípica que já ganhou um prêmio Nobel: imprevisível, provocador, consumidor rotineiro de alucinógenos, surfista e constantemente confrontado com outros membros da comunidade científica.

Em sua autobiografia, intitulado Dancing Naked in the Mind Field questiona as evidências da mudança climática e do buraco na camada de ozônio, além de defender que a AIDS não tem nada a ver com o vírus HIV, e garante que Todas essas idéias vêm de uma conspiração do governo para manter seu poder e continuar a ganhar dinheiro.

Jornalista, apaixonado por cinema, televisão e o futebol. Graduado de U. de A e envigadeño de nascimento e residência.

Leia Mais

Conte o que você achou disso!

DATE: ago 13, 2019
AUTHOR: admin
Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *