Como prefere entrar em contato?
Bem Vindo(a)

Category "Informativos"

Tudo que você precisa saber antes de investir em Bitcoin

Informativos

Para lidar bem com as finanças pessoais, é essencial aprender a economizar e otimizar seus gastos. Mais que isso, é importante saber o que fazer com o que foi economizado. Investir os seus ganhos é uma ótima forma do seu dinheiro render. Porém, para que o investimento seja bem-sucedido, é importante estudar a fundo e entender todo o mercado financeiro.

Entre muitas nuances do mundo dos investimentos, uma dica que os especialistas sempre dão é ter uma carteira diversificada, de modo que as perdas em um ativo sejam compensadas pelos ganhos em outro. Dessa forma, o investidor está preparado para enfrentar diversos cenários. Atualmente, em meio a tantos investimentos possíveis, as criptomoedas são um dos ativos que estão fazendo parte da carteira de muitos investidores. Mas de onde veio essa nova forma de investir?

Muito se fala hoje sobre os investimentos em bitcoins. Porém, o que estava na origem dessa criptomoeda era o objetivo de facilitar e agilizar os meios de pagamento, de forma segura e pouco custosa. Por trás dessa moeda digital existe uma tecnologia chamada blockchain.

Outros desenvolvedores aproveitaram essa tecnologia para criar suas próprias criptomoedas. Com isso, além do bitcoin, existem atualmente diversas outras moedas digitais em circulação. Essas moedas alternativas ao bitcoin são chamadas de altcoins.

Siga a leitura para entender a configuração do universo das criptomoedas e suas propostas, seja para conhecer as tendências tecnológicas atuais ou para investir.
Blockchain: o que é?
O blockchain é um sistema tecnológico criado para facilitar transferências financeiras. Através dele, as trocas acontecem de forma segura, criptografada e rápida, totalmente digital. Para entender seu funcionamento, podemos traduzir blockchain como “cadeia de blocos”.

Imagine que em cada bloco estão as informações sobre uma determinada transação, isto é, uma troca monetária entre duas pessoas. Para que essa transação seja validada, é necessário que 51% dos participantes da rede do blockchain confiram-na e verifiquem sua veracidade. A cada transação, novas informações e novos blocos são adicionados, sendo ligados uns aos outros, formando a cadeia. Essa cadeia de blocos está em sincronia entre todos os participantes da rede, de modo que não é possível que alguém altere ou fraude alguma transação, visto que o histórico das transações está disponível para inúmeros computadores.

Mas quem são esses participantes? A rede do blockchain é composta por diversos computadores chamados de mineradores. Eles estão espalhados por todo o mundo, e basicamente qualquer pessoa pode se dispor a fazer o processo de mineração, desde que tenha os equipamentos e conhecimentos necessários. Esses computadores gastam muita eletricidade já que fazem cálculos complexos para validar os blocos de transação, de modo que o sistema os recompensa com um pagamento em bitcoins. É assim que acontece a criação de novos bitcoins, que entram em circulação no mercado.

Um ponto crucial para compreender o blockchain é que se trata de um sistema descentralizado, ou seja, ele não é controlado por nenhuma instituição superior. Todos esses computadores trabalham juntos, e não há uma autoridade central com nenhum poder acima. Dessa forma, uma falha técnica ou fraude na rede não a afeta, visto que ela está distribuída entre diversos lugares. Já o dinheiro tradicional é emitido por governos, além de mantido e operado por bancos. Dessa forma, algum ataque a essas instituições poderia prejudicar uma quantidade infinita de pessoas.

Esse foi um dos motivos que levou os desenvolvedores do blockchain a idealizar o projeto. Ao não confiar no sistema do dinheiro como o conhecíamos, eles buscaram criar um sistema que fosse confiável, moderno e ágil. O blockchain funciona 24h por dia para transações entre qualquer país, contrastando com a demora e as burocracias das transações bancárias.
Como investir em bitcoin no Brasil?
Devido ao crescimento do preço do bitcoin na última década, muitas pessoas começaram a comprar e vender essa moeda digital com o objetivo de lucrar. Assim como no mercado financeiro da bolsa de valores, existem algumas estratégias diferentes. Entre elas, podemos citar o day trade, no qual o investidor aproveita a variação de preço diária do ativo para comprar ou vender. Já outros investidores aplicam o hold, estratégia na qual eles compram a moeda e a guardam durante anos, aguardando uma alta de preço para vendê-la.

Para o processo de compra e venda de bitcoins e outras moedas digitais, existem algumas opções, como por exemplo, o modelo P2P (peer-to-peer), no qual as negociações são realizadas diretamente entre duas pessoas. Também existem as exchanges, que são as corretoras de criptomoedas que fazem a intermediação segura entre comprador e vendedor. Essas plataformas digitais funcionam como um livro de ordens público. O Brasil é um dos países que mais possuem investidores em criptomoedas. O futuro do bitcoin ainda é incerto, mas o fato é que atualmente é um ativo com grande volume de negociação.


DATE: jul 15, 2020
AUTHOR: admin

Ministro Israelense diz que Messias parará a pandemia até 16 de abril

Informativos

Alguns dias atrás, Yaakov Litzman, ministro da Saúde de Israel, deu uma entrevista na qual compartilhou que medidas foram tomadas para combater a pandemia. Quando perguntado se Israel permaneceria fechado até 16 de abril, quando é celebrada a Páscoa, o ministro respondeu de maneira inesperada.

O ministro de Israel tem certeza de que até esse momento virá o Messias, que salvará o país porque a Páscoa é o tempo da redenção.

Ele disse:

Deus não permita! Oramos e esperamos que o Messias chegue antes da Páscoa, porque este é o tempo de nossa redenção. Estou certo de que o Messias virá e nos salvará, assim como Deus nos salvou durante o êxodo, e fomos libertados. O Messias virá e salvará todos nós.

Anteriormente, o site Breakingisraelnews, com referência aos rabinos mais famosos, relatou que o Messias já estava em Israel e agora a questão é apenas quando ele se anunciará publicamente. Parece que o tempo está chegando, já que o Ministro da Saúde é uma pessoa oficial e ele sabe o que está dizendo.

Portanto, se os ministros de Israel falaram que o Messias se manifestará antes de 8 e 16 de abril e interromperá a pandemia, então eles têm boas razões para isso.

Além disso, indiretamente, as palavras do ministro israelense são confirmadas por rumores dos mais altos círculos financeiros dos Estados Unidos, onde afirmam que a questão da pandemia será resolvida no final de abril e que haverá um boom inimaginável à economia.

Naturalmente, os rumores são apenas as conversas de alguns participantes em salas de bate-papo e fóruns, mas essa conversa segue estritamente a declaração do ministro de Israel. Portanto, podemos pensar que até maio, de alguma forma, a crise acabará?

A cessação, ou pelo menos o enfraquecimento da epidemia e a redução da quarentena mundial são boas notícias para muitos otimistas que murmuram constantemente que os profetas estão mentindo e que ‘não haverá nada’.

No entanto, temos más notícias, especialmente para os otimistas.

Como todos os escatologistas sabem, o Messias que virá a Israel terá que parar algum tipo de grande guerra. Portanto, se o Messias interromper a pandemia, ele terá que parar a guerra para que todas as previsões se realizem. Já existe uma pandemia no mundo, mas até o momento não há uma grande guerra; portanto, se o ministro estiver certo, é provável que a guerra comece em um futuro muito próximo.

Além disso, de acordo com os mais famosos místicos israelenses, a praga COVID-19 é um dos episódios da guerra entre Gogue e Magogue. Ou seja, desde que a praga veio, isso significa que devemos esperar o Gog-Magog atacar Jerusalém.

Fonte: Viva Israel


DATE: mar 26, 2020
AUTHOR: admin

5 segredos para aumentar suas vendas de IPTV

Informativos

Por ser uma novidade muito inovadora, o serviço de IPTV é a nova febre do momento! Muitos estão faturando alto com isso, gerando renda suficiente para viver disso e tornar-se o seu próprio patrão. Conversamos com nossos clientes donos de servidores de IPTV e seus melhores vendedores, e preparamos algumas dicas especialmente pensadas para você que trabalha com vendas/revendas de IPTV.

#1 – Os segredos do Facebook para ser mais visto

Certamente você já deve utilizar as redes sociais para divulgar seus serviços, mas, devido ao grande volume de informações, é difícil se destacar nas redes sociais e garantir seu espaço em meio a tanta concorrência.

Horários de publicação são vitais para o sucesso de suas postagens porque o Facebook tende a mostrar aos usuários as postagens mais recentes primeiro, por isso, é importante programar-se para postar em horários nobres, como os horários que as pessoas saem do trabalho ou vão almoçar.

Outra dica importante: Procure grupos. Entre em todos os grupos que encontrar pela frente e publique seus serviços, mas procure, se possível, encontrar grupos mais direcionados. É muito mais efetivo postar sobre IPTV em um grupo de amantes de futebol, do que em um grupo sobre classificados imobiliários, concorda? Publique no máximo de grupos que puder, e no horário certo, você verá que colherá excelentes resultados.

#2 – No Facebook, o que não é chamativo tende a ser ignorado

Devido a imensa quantidade de informação, as pessoas tendem a ter um bloqueio quanto a tudo que não parecer impressionante ou bem feito. Para ser sincero, a maior parte das pessoas nem sequer chega a ler um texto mal feito ou uma imagem com péssimo design.

#3 – O cliente fala a linguagem dos benefícios

Ao invés de falar de dados técnicos como conexão, traffic shaping e numero de canais, procure sempre mostrar o que é de interesse direto dele. Faça postagens sobre os próximos jogos importantes que ele poderá assistir em HD, sobre filmes e séries recentemente lançados, e todos os outros benefícios que ele facilmente entenderá.

#4 – Crie um canal no Youtube

Um canal no Youtube permitirá que você poste vídeos mostrando seu trabalho, e provando para seus clientes que seu serviço realmente funciona e cumpre tudo o que promete. Atualmente um dos grandes receios dos clientes em comprar IPTV é a instabilidade do sinal e a falta de conteúdo.

Grave vídeos simples do seu serviço em funcionamento, isso funcionará tanto para dar segurança a seus clientes, quanto para te dar visibilidade, uma vez que quando alguém procurar por “IPTV” no youtube, seu vídeo aparecerá nas buscas e o cliente irá te conhecer!

#5 – Utilize uma logo e um WhatsApp Business

Você já conhece o WhatsApp Business? É uma versão do WhatsApp criada para empresas e vendedores, com diversas funcionalidades interessantes que te ajudarão a atender melhor seus clientes e gerar mais credibilidade. Utilize também uma logo se possível, isso aumenta a confiabilidade do seu serviço, fazendo com que seu cliente te enxergue como uma entidade séria e sólida. Se você quiser criar uma logo é só falar com a gente!

site - 5 segredos para aumentar suas vendas de IPTV

Aliás, esse é um exemplo de um logo que fizemos. Imagina só a impressão do cliente quando ele ver isso!

 

Ainda tem dúvidas? Entre em contato conosco e receba uma consultoria gratuita. Clique aqui para chamar no WhatsApp


DATE: ago 19, 2019
AUTHOR: admin

Cerca de 74% dos consumidores brasileiros preferem realizar sua compra em e-commerces, aponta levantamento

Informativos

A compra online de produtos segue a cada ano mais presente na rotina dos brasileiros. Ao menos é o que indica o levantamento realizado pela NZN Intelligence, que verificou que 74% dos consumidores brasileiros preferem realizar suas compras na modalidade online, ao invés de ir até uma loja física. Para além dos preços competitivos, a comodidade na compra e na entrega do produto são os principais causas de atração do e-commerce.

O levantamento também verificou os motivos que levam os outros 26% dos consumidores a optarem pelas lojas físicas, e notaram que a maior parte ainda não se sente seguro em colocar seus dados pessoais e bancários nas lojas online, representando 40% das pessoas desse grupo específico. Além disso, o risco de realizar a compra e não receber o produto também é alto, sendo citado por 25% dos consumidores. Serem enganados em relação ao pagamento (10%) e não terem encontrado bons preços (7,5%) também fazem parte da lista de motivos para a rejeição.

Os dados apresentados no levantamento são comprovados na prática por Anderson Martins, da loja virtual ImpressorAjato.com, que recebe regularmente ligações e mensagens de consumidores receosos com a compra online: “Apesar da frequência ser muito menor do que antigamente, ainda recebemos ligações de clientes querendo saber onde fica a loja, nosso CNPJ, além de outras formas de comprovar a idoneidade. Por isso investimos muito na segurança dos dados dos nossos clientes, além das devidas certificações de segurança digital. Para que o cliente possa fazer a sua pesquisa independente sobre nós, para que eles tenham a máxima confiança em concluir uma compra conosco”, explica Anderson.

Essa “desconfiança” inicial também foi apontado no estudo da NZN, onde foi apurado que 82% dos consumidores online brasileiros consultam a reputação da loja virtual em plataformas como o Reclame Aqui e Consumidor.gov, antes de realizar uma compra. Por outro lado apenas 12% realizam suas compras sempre no mesmo e-commerce, de confiança. Outra prática comum entre os consumidores virtuais é a de utilizar mais de um mecanismo de busca, para comparar os preços, antes de finalizar uma compra.

Por fim o levantamento da NZN verificou quais são as categorias de produtos mais procuradas no comércio eletrônico. Em primeiro lugar ficaram os eletrônicos, seguido por games e hardware. Roupas e acessórios, viagens (passagens, reserva de hotel, etc.), eletrodomésticos e utensílios também aparecem na lista.

Via Exame Abril


DATE: jul 25, 2019
AUTHOR: admin