Como prefere entrar em contato?
Bem Vindo(a)

Category "Informativos"

Cerca de 74% dos consumidores brasileiros preferem realizar sua compra em e-commerces, aponta levantamento

Informativos

A compra online de produtos segue a cada ano mais presente na rotina dos brasileiros. Ao menos é o que indica o levantamento realizado pela NZN Intelligence, que verificou que 74% dos consumidores brasileiros preferem realizar suas compras na modalidade online, ao invés de ir até uma loja física. Para além dos preços competitivos, a comodidade na compra e na entrega do produto são os principais causas de atração do e-commerce.

O levantamento também verificou os motivos que levam os outros 26% dos consumidores a optarem pelas lojas físicas, e notaram que a maior parte ainda não se sente seguro em colocar seus dados pessoais e bancários nas lojas online, representando 40% das pessoas desse grupo específico. Além disso, o risco de realizar a compra e não receber o produto também é alto, sendo citado por 25% dos consumidores. Serem enganados em relação ao pagamento (10%) e não terem encontrado bons preços (7,5%) também fazem parte da lista de motivos para a rejeição.

Os dados apresentados no levantamento são comprovados na prática por Anderson Martins, da loja virtual ImpressorAjato.com, que recebe regularmente ligações e mensagens de consumidores receosos com a compra online: “Apesar da frequência ser muito menor do que antigamente, ainda recebemos ligações de clientes querendo saber onde fica a loja, nosso CNPJ, além de outras formas de comprovar a idoneidade. Por isso investimos muito na segurança dos dados dos nossos clientes, além das devidas certificações de segurança digital. Para que o cliente possa fazer a sua pesquisa independente sobre nós, para que eles tenham a máxima confiança em concluir uma compra conosco”, explica Anderson.

Essa “desconfiança” inicial também foi apontado no estudo da NZN, onde foi apurado que 82% dos consumidores online brasileiros consultam a reputação da loja virtual em plataformas como o Reclame Aqui e Consumidor.gov, antes de realizar uma compra. Por outro lado apenas 12% realizam suas compras sempre no mesmo e-commerce, de confiança. Outra prática comum entre os consumidores virtuais é a de utilizar mais de um mecanismo de busca, para comparar os preços, antes de finalizar uma compra.

Por fim o levantamento da NZN verificou quais são as categorias de produtos mais procuradas no comércio eletrônico. Em primeiro lugar ficaram os eletrônicos, seguido por games e hardware. Roupas e acessórios, viagens (passagens, reserva de hotel, etc.), eletrodomésticos e utensílios também aparecem na lista.

Via Exame Abril


DATE: jul 25, 2019
AUTHOR: admin